quarta-feira, 4 de junho de 2008

Jardel


Lembro dos meus 10 anos, gurizito ainda, conquistando a América e vendo aquela seleção liderada pelo General Felipão. Lembro que Arce cruzando na área pra Jardel era sinônimo de gol. Lembro desse cara aí da foto levantando taças e cantando o hino.

Antes um um jogador qualquer, prefiro um que seja realmente gremista. Prefiro um matador nato fora de forma, ou 50% da sua capacidade, do que Jonas, Rodrigos Mendes e Tutas inteiros. E mesmo que os bons tempos não voltem, que seja por consideração, por toda história desse jogador com o clube.

A Nação Tricolor que te viu jogar certamente te apoia e torçe para que voltes ao Olímpico.

Força Jardel!
-

4 comentários:

Kamila disse...

O Jardel e o Paulo Nunes acho que fizeram uma dupla inesquecível para os gremistas, na década de 90, quando o time obteve grandes conquistas.

Uma pena a fase pela qual o Jardel está passando e torço para que ele se recupere!

Rodrigo Fernandes disse...

Lembro da entrevista que ele deu pra Globo meses atras revelando o vício... mas o importante é que ele deu a volta por cima e já foi recebido com festa aí no Sul e será avaliado por médicos.. tomara que ocara volte mesmo com tudo...
abraços, Marcus. e controle seu coraçao, hein!?!? tricolor roxo do jeito que vc é merece ter mais um coração extra, ehhehe
abraços!!!

Nespoli disse...

Bla, eu acho que ce tem que ser muito gremista mesmo para sentir falta do Jardel, rs... Mas tá, matadores fazem falta...

Pedro Henrique disse...

Jardel era muito ruim e muito bom ao mesmo tempo. Fazia muitos gols, enfim, era foda. Se voltar e fizer a metade do que fazia na antiga, coloca qualquer um no banco.

Abraço!!