quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Californication


Toda terça-feira, às 22 hrs, na Warner Channel.

Ontem na Warner Channel teve a estréia de Californication, novo seriado do eterno Fox Mulder, também conhecido como David Duchovny. David é Hank, um escritor que há um bom tempo não consegue escrever um bom livro e teve o desgosto de ver sua última obra ter sido mal adaptada, pra não dizer ferrada, no cinema. Além dessa pequena crise no trabalho, e apesar de estar sempre bem servido de mulheres (e bote bem servido nisso), ele ainda sonha em voltar para sua ex-mulher.

Tudo começa com Hank chegando numa igreja, ao som de You Can’t Always Get What You Want dos Rolling Stones, a fim de pedir ajuda divina para repor sua vida nos trilhos, porém aparece uma freira lhe oferecendo outro tipo de ajuda... Sim, a primeira impressão que passa é que caliFORNICATION trata basicamente de sexo, mas o foco é no drama que o escritor vive pra voltar a sua família, mesmo com todos os prazeres mundanos que a cidade de Los Angeles oferece.

Outra coisa interessante: é praticamente impossível não lembrar de Charles Bukowski, pelo menos os leitores do velho safado irão reconhecer algumas citações. O cara é um escritor, meio anti-social, sempre meio bêbado e ainda assim pega várias mulheres, sem contar que em vários contos do Bukowski o personagem principal é Hank. É ótimo ver o bom e velho Duchovny nas telas novamente, e a expectativa sobre Californication são as melhores. Iremos conferir a série por inteiro, com certeza.

14 comentários:

Johnny Strangelove disse...

antes de tudo ... o bom filho retorna a casa
isso é bom
ouvi ótimos comentarios sobre esse seriado que tem um nivel de qualidade estavel, isso já é uma chamativa para com certeza ver com bons olhos esse seriado ...
até mais

danielmonteiro87 disse...

so vejo series da sony, mas acho q vou apertar o botao UP e assistir essa serie algum dia
=)

Otavio Almeida disse...

Não vi CALIFORNICATION, mas preciso me programar para a reprise do primeiro episódio. Não posso deixar Fox Mulder na mão...

Abs!

Kamila disse...

Deixei esse primeiro capítulo de "Californication" gravando. Ainda não consegui assistir, mas dizem que o Duchovny está perfeito como o escritor. E o seriado ainda tem a Natasha McElhone, que é uma ótima atriz e andava muito sumida.

Luciano Lima disse...

Ae! Que bom que conseguiu postar! Eu vi três episódios de Californication e realmente o Mulder tá bem na série, mas acabei deixando de ver para dar prioridade total a Six Feet Under, que tô terminando de ver!

Ronald disse...

Opa, espero que esse seja o retorno... quanto a série, nunca ouvi falar...

Vinícius P. disse...

Até baixei o primeiro episódio de "Californication", mas ainda não tive tempo de ver - devo fazer isso somente nas férias. Acho que deve ser uma série parecida com "Weeds", uma das minhas favoritas...

Abraço!

Kamila disse...

Assisti ao primeiro episódio do seriado ontem, Marcus, e adorei a ironia da série.

Levei um susto também quando vi que a enteada da Natasha McElhone é interpretada pela Madeline Zima, a filha caçula do Sr. Sheffield, em "The Nanny".

Com certeza, irei assistir à temporada completa do seriado.

Ramon Scheidemantel disse...

Tá aí... me convencesse a assistir o primeiro capítulo da sérei.
Bela resenha.
Quando assistir, comento novamente.
Abraço!

Alex Gonçalves disse...

Uma pena que não tenho TV por assinatura, pois gostaria muito de ver este e outros seriados das programações. Espero que faça sucesso e que seja lançado futuramente em DVD. Também preciso conhecer mais os trabalhos de David Duchovny, que vi pouca coisa.

Ramon Scheidemantel disse...

Demais a série!
Cada diálogo, cada situação! Uma série sem espaço para atores figurando. Exige um trabalho de respeito de todo elenco!
Vou acompanhar a série, a partir de agora.

Alex... serviço de utilidade pública:
http://series-rmvb.blogspot.com/search/label/Californication

Museu do Cinema disse...

Interessante mesmo, gostei do plot!

E nosso tricolor:??

É faxina? Vamos perder o Diego Souza novamente pro SP?

Marcus Vinícius disse...

Olá pessoas! Bah, final de ano é complicado, achei que ia me liberar mais cedo, mas ainda dá pra postar algumas coisinhas. Enfim, acho que a maioria curtiu o seriado, eu gostei bastante também.

Obrigado pelos comentários, pela visita e dálhe Grêmio pro que der e vier! =P
Abraços a todos!

Ramon Scheidemantel disse...

Acabei de assistir o capítulo 10. Que sensacional! O desfecho é coisa do outro mundo.
Hank Moody is the man!